• publicidade

As vantagens dos peixes como animais de estimação

Por Funcionarios AWR
In Mundo Animal
dezembro 23, 2017
0 Comentários
310 Views
texto: por Alexandre Domingues/www.petnarede.com.br | foto: divulgação

Os cães e os gatos são campeões na escolha popular pelo bichinho de estimação, mas todo mundo sabe que animais como esses necessitam de atenção e cuidados especiais, ou seja, eles necessitam do tempo de seu dono.
Mas você é um profissional super ocupado, não tem tanto tempo para cuidar de um animal de estimação, seu apartamento não tem muito espaço e o dinheiro está curto para você investir, ou seja, você é um médico plantonista do SUS, e não tem como cuidar de uma animal de estimação, mas quer ter um, o que fazer? Simples, seu bichinho de estimação ideal é o peixinho de aquário.
“Coloco ração sempre, de vez em quando limpo o aquário. A bombinha pra oxigenar a água. É basicamente isso”, disse a professora de educação física, Ellen Lopes, explicando que a sua carga horária é extremamente pesada para poder cuidar de um cachorro, por exemplo. “Eu não teria tempo pra dar banho, remédio, alimentar, água, e principalmente carinho”, explicou.
Sejam de água doce ou salgada, os peixes ornamentais de espécies, cores e tamanhos variados hipnotizam com sua graciosidade e beleza. Os peixinhos de aquário também são uma ótima terapia para os humanos, tanto os adultos, como as crianças.
Mas não se engane, não e porque não precisa dos cuidados que um cão ou gato precisa, que não seja necessário responsabilidade e cuidado para se cuida de um peixinho. Na verdade os cuidados tomados desde o inicio da crianças, como a escolha do tamanho do aquário, por exemplo.
Então, se você pretende ter um aquário em casa, anote as dicas:
• tudo começa com a escolha do tamanho do recipiente. O ideal é que para cada centímetro do peixe escolhido o local disponha de um litro de água – este cuidado permite que o animal se locomova com tranqüilidade. Por exemplo: um peixinho de 5 cm precisa de uma ‘casa’ que comporta cinco litros;
• A água deve ter uma boa oxigenação, além de temperatura e nível de acidez ou alcalinidade (pH) adequados a cada espécie. Em geral, os peixes de água doce exigem um pH ácido (abaixo de 7.0) ou neutro (7.0) e temperatura variando de 24ºC a 28ºC. Já os de água salgada se adaptam melhor a um ambiente aquático de pH bem alcalino (em média 8.2) e clima entre 26ºC e 28ºC;
• Os animais também precisam ser compatíveis e sociáveis uns com os outros. Há peixes que convivem pacificamente com todos, como os kinguio. Outros, como os beta, são mais agressivos e precisam ser mantidos isolados;
• Os equipamentos básicos e necessários para se ter um aquário são: bomba, aquecedor, cascalho etc. Além do material necessário, as lojas especializadas também fornecem explicações detalhadas aos aquaristas.
• Agora é só escolher os seus bichinhos e colocá-los para nadar.

Deixe uma resposta