• publicidade

Bem-estar: Corpo e mente integrados

Por Funcionarios AWR
In Corpo
outubro 28, 2017
0 Comentários
392 Views

Movimentos fortalecem os músculos e ajudam a curar dores

Uma atividade física que foi criada no início dos anos 1970 pela fisioterapeuta francesa Thérèse Bertherat ganha cada vez mais espaço no território brasileiro.
“Minha mãe observou que um trabalho corporal que não levasse em conta as emoções, os pensamentos, não seria completo assim como um puramente psicológico, psicanalítico. Então desenvolveu que um trabalho que leve em conta a integralidade da estrutura corporal” – explica Marie Bertherat, filha da criadora da técnica, que está no Brasil para divulgar a antiginástica.
Os movimentos são propostos pelo profissional, que guia seus alunos apenas com as palavras. A filosofia da técnica é que a pessoa faça os exercícios sozinha.
“Cada um pode ter a liberdade de descobrir como fazer as atividades e entrar em contato com as suas próprias possibilidades, entendendo como seu corpo se organiza. E a partir daí ter mais mobilidade, redescobrir seu corpo por uma série de pequenos movimentos e poder observar como se faz cada movimento” – conta Rejane Benaduce, profissional de antiginástica.
A atividade tem se mostrado eficaz para combater dores e prevenir lesões. São estes resultados que atraem os adeptos à prática.
“Comecei a fazer porque tinha desenvolvido um processo de lesões muito graves por conta de esforços repetitivos. Eu não sabia mais como era viver sem dor. Atualmente faço caminhadas na areia fofa e não sinto mais dor” – relata a psicóloga Kátia Santorum.

BV Duque de Caxias (RJ) 20/10/2017 Relação entre mães, bebês e pets. Na foto Licia Albuquerque com a filha Giovanna Duarte de Melo Albuquerque, um anos e cinco meses.Foto: Roberto Moreyra / Agência O Globo

Por Evelin Azevedo/Infoglobo | Foto: Divulgação

Deixe uma resposta