• publicidade

Faça seu veículo economizar mais

Por Funcionarios AWR
In Veículos
março 3, 2018
0 Comentários
145 Views

Em vez de ‘esticar’ as marchas, o ideal é manter uma faixa de rotação baixa

texto: Por Thiago Lasco/agência estado | foto: divulgação

Com atitudes simples, dá para reduzir o consumo de combustível e, de quebra, aliviar parte do orçamento. Os cuidados começam na manutenção adequada e passam pela adoção de um estilo de condução mais sensato, livrando-se de maus hábitos ao volante. Os resultados, como a diminuição das visitas ao posto, não demoram a aparecer.

VEÍCULO BEM CUIDADO CONSOME MENOS
Só use combustível de qualidade: preste atenção na qualidade do combustível que você usa: se for boa, o rendimento do motor será maior. Não é preciso usar gasolina ‘premium’, basta não ser ‘batizada’.

Calibre sempre os pneus: a calibragem dos pneus reflete no consumo. Se estiverem murchos, a resistência à rolagem é maior e, se estiverem muito cheios, podem sofrer desgaste prematuro.

Faça a manutenção preventiva: mantenha o motor bem regulado e troque filtros, velas e lubrificantes no prazo determinado. Os filtros interferem na qualidade da mistura levada à câmara de combustão, onde as velas vão gerar a faísca para que ocorra a queima. Um filtro de ar entupido pode elevar o consumo de combustível em até 10%.

Direção alinhada: o alinhamento da direção deve ser feito a cada 10 mil km ou se o carro cair em buracos ou trafegar por vias muito irregulares. Rodas desalinhadas se arrastam, em vez de girar, o que eleva o atrito e o consumo.

Elimine o ‘peso morto’: não use o porta-malas do carro como extensão do armário de casa, levando objetos de um lado para o outro sem necessidade. Isso deixa o carro mais pesado e demanda maior esforço do motor para deslocá-lo.

BONS HÁBITOS FAZEM A DIFERENÇA
Use o carro racionalmente: se o deslocamento for curto, vá a pé. Usar transporte coletivo quando possível e organizar carona alternada com quem faz trajetos compatíveis com o seu são outras boas opções.

Não espere o motor ‘esquentar’: em carros com injeção eletrônica, não é preciso esperar o motor ‘esquentar’ antes de sair. Em segundos o carro estará pronto para rodar.

Evite acelerar muito: acelere de forma gradual e, após chegar à velocidade desejada, pressione o pedal apenas o suficiente para manter o movimento. Se o semáforo ficar vermelho à frente, procure reduzir a velocidade até o sinal abrir de novo.

Gire baixo: em vez de ‘esticar’ as marchas e elevar demais o giro do motor, o ideal é manter uma faixa de rotação baixa, que favoreça a economia.

Feche as janelas: quanto mais facilmente o ar passar ao redor da carroceria, menor será o consumo. Na estrada, por exemplo, o vidro aberto permite a entrada do vento e faz o carro gastar mais. Sempre que possível, feche as janelas.

Use menos o ar-condicionado: o compressor do ar rouba até 7 cv da potência do motor e eleva o consumo. Abra mão do sistema em dias de clima ameno e desligue-o pouco antes de chegar ao destino.

Deixe uma resposta